Buscar
  • Séries Favoritas

J.K. Rowling é acusada mais uma vez de transfobia ao lançar livro e fãs não perdoam


J.K Rowling, a consagrada autora da saga Harry Potter, parece não ter aprendido e foi acusada mais uma vez pelos fãs de transfobia.


Isso porque Rowling lança no Reino Unido o livro "Troubled Blood" ou "Sangue Perturbado" (tradução literal), o quinto volume da série de romances policiais que ela criou sob o pseudônimo Robert Galbraith. No romance de 900 páginas, o detetive Cormoran Strike investiga o caso de um assassino em série, um homem cis que veste roupas femininas para matar mulheres cis.


Ela foi acusada de provocar os fãs com pensamentos transfóbicos. Rowling foi acusada de transfobia depois de fazer comentários polêmicos no Twitter sobre uma matéria que dizia "pessoas que menstruam" em vez de "mulheres". O texto tinha a intenção de ser inclusivo, isto é, considerar também as mulheres trans. Mas, para a autora de Harry Potter, a identidade de gênero das pessoas - isto é, se a pessoa se identifica como homem, mulher ou não-binária - é definida exclusivamente pelo sexo biológico, apagando portanto a existência da população trans.


Os comentários repercutiram nas redes sociais. Muitos fãs se disseram decepcionados com Rowling a ponto de alguns brincarem que ela não era mais a criadora do Universo Bruxo, mas sim celebridades como ShakiraKylie Minogue.

12 visualizações
  • YouTube - Círculo Branco

© 2020 Séries Favoritas. Todos os direitos reservados.

Copyright: 2015 - 2020