SBT, Record e RedeTV voltarão para a TV a cabo, mas não existe prazo para retorno

© 2019 Séries Favoritas. Todos os direitos reservados.

Contato: sfavoritas@gmail.com

Copyright: 2015 - 2019

SIGA-NOS

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Séries Favoritas YouTube
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn ícone social

SBT, Record e RedeTV voltarão para a TV a cabo, mas não existe prazo para retorno

10.07.2017

 

SBT, Record e Rede TV! acertaram a volta dos canais para as operadoras de tv por assinatura na semana passada em um acordo com a Proteste. Após uma longa negociação, as tv's voltaram na decisão e acabaram por encerrar a briga, mas ainda negociando um acordo entre todos. Mas acontece que não existe um prazo para que elas retornem. Isso porque as operadoras precisam de um documento que permita a entrada das tv's.

 

Esse documento ainda não foi redigido e precisa ser minucioso para que as emissoras não saiam de um dia para o outro. O contrato entre as tv's e as operadoras será temporário até que elas recebam pela distribuição de seus sinais. Enquanto o contrato é redigido, as emissoras permanecem fora das principais operadoras como Net, Claro, Sky, Oi e Vivo. A última já acertou com as emissoras e deverá pagar uma quantia não divulgada.

 

Na semana passada a associação, em parceria com o INADEC (Instituto Nacional de Defesa do Consumidor), conseguiu fechar um acordo com o Simba Content, órgão responsável pelos direitos de transmissão dos três canais. Isso significa que os clientes de TV a cabo da NET, Claro, Embratel, Vivo, Sky e Oi terão de volta a programação das emissoras.

 

“O grupo tomou a decisão pensando nos consumidores, para que eles não continuem sendo prejudicados enquanto as negociações com as operadoras não são concluídas e deixou claro que a concessão, não pode interferir nas tratativas”, anunciou a Proteste. “Tal situação prejudicou centenas de consumidores que contrataram um pacote de canais com as operadoras de TV a cabo, e, tiveram três desses canais retirados”, completou a entidade.

 

Please reload