'Nada a Perder' | Filme sobre Edir Macedo bate recorde em bilheteria, mesmo com salas vazias

© 2019 Séries Favoritas. Todos os direitos reservados.

Contato: sfavoritas@gmail.com

Copyright: 2015 - 2020

SIGA-NOS

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Séries Favoritas YouTube
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn ícone social

'Nada a Perder' | Filme sobre Edir Macedo bate recorde em bilheteria, mesmo com salas vazias

03.04.2018

 

‘Nada a Perder’, cinebiografia do bispo Edir Macedo, estreou na última semana com recorde de 4 milhões de ingressos vendidos. Deixou inclusive outro sucesso da Igreja Universal, ‘Os Dez Mandamentos’, pra traz.  Mesmo com esse recorde, as salas estão praticamente vazias e muitas sessões ‘esgotadas’.

 

Vale dizer que o filme foi lançado em 672 cinemas e foi o primeiro lugar disparado nas bilheterias do país entre quinta e domingo. O filme tinha como principal concorrente ‘Jogador nº 1’, de Steven Spielberg, que ficou muito atrás e atraiu ‘apenas’ 380 mil espectadores.

 

Agora, o desafio do filme é ultrapassar os 11,26 milhões de espectadores de “Os dez mandamentos”, que superou os 11,20 milhões de “Tropa de elite 2” para se tornar o longa brasileiro mais assistido da história (em renda, o recorde é de “Minha mãe é uma peça 2”).

 

O colunista do UOL, Maurício Stycer, assistiu ao filme em um cinema e presenciou que apenas 30% dos acentos ‘comprados’ estavam realmente ocupados. Desta forma, a sala em que ele viu o filme, estava quase ‘esgotada’, mas não tinha nem 20 ou 25% de sua capacidade total de público.

 

Uma semana antes da estreia do filme nos cinemas, a igreja de Edir Macedo  já anunciava aos seus fiéis que a mídia: “começará a despejar fake news (notícias falsas) para tentar diminuir a importância da espetacular bilheteria do lançamento do filme”.

 

E mais: “A mídia, os produtores e promotores destas fake news tentarão, de todas as formas, espalhar que o êxito do filme foi manipulado, que os ingressos teriam sido comprados pela Universal e distribuídos aos fiéis. É mentira! A Universal não comprou, nem comprará entradas de cinema”.

 

Além do Jornal O Globo, a Folha de São Paulo, a revista Exame, o portal UOL, o jornal O Estado de São Paulo, o site TV Foco, o site Notícias da TV e a Veja publicaram matérias falando do mesmo assunto. Todos comprovaram que os cinemas estavam vazios.

 

Please reload