Crítica | 'Coletivo Terror' mexe com a loucura humana e tem episódios bem interessantes

© 2019 Séries Favoritas. Todos os direitos reservados.

Contato: sfavoritas@gmail.com

Copyright: 2015 - 2020

SIGA-NOS

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Séries Favoritas YouTube
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn ícone social

Crítica | 'Coletivo Terror' mexe com a loucura humana e tem episódios bem interessantes

23.03.2020

 

A Netflix disponibilizou essa semana a série 'Coletivo Terror', uma atração norueguesa que traz seis contos de terror que mexem mais com o pânico e a loucura das pessoas. Vale a pena você conhecer pela ideia passada pela série.

 

A abertura da atração mostra que todos os episódios estão conectados pelo tão ônibus que aparece na série. Uma alusão a cena de 'O Exorcista', apenas para ilustrar, mas não acrescenta em nada. Essa nova aposta da Netflix, é um divertido thriller de terror, que tem uma estética compartilhada a cada episódio, que faz com que a série seja fácil de ser assistida. Isso porque cada episódio tem apenas 30 minutos de duração.

 

É uma antologia, ou seja, é um episódio independente do outro. Cada história tem início, meio e fim e alguns deles acabam sendo bem interessantes. O primeiro episódio, por exemplo, trabalha muito mais o psicológico do telespectador do que necessariamente o terror, o que pode causar pânico e é isso que acontece nos personagens da história, que é muito bem construída e tem um final bem perturbador. A série em si tem episódios que perturbam.

 

A atração em si não é incrível, mas diverte bastante e tem histórias simples, que lembram muito 'O Clube do Terror', série teen que era exibida na Nick e que vai ganhar remake. Mas aqui a série é mais pesada, mais adulta.

 

Como disse, uma série bacana, que vale a pena. Nem todos são incríveis, como o episódio 6 que é horrível, mas tem episódios bem elaborados e que vale a pena. Uma atração que vai muito bem em quarentena.

 

Nota: 7,0

 

 

 

 

Please reload